HOME /

BLOG

Computação em Nuvem

6 dicas de como montar um e-commerce bem-sucedido

Data: 31/05/2017
Escrito por: BHS

O e-commerce está crescendo cada vez mais no Brasil. Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico – ABComm, em 2017 o comércio eletrônico deve crescer 12% em relação a 2016, chegando a um faturamento de R$ 59,9 bilhões, totalizando mais de R$ 200 milhões de pedidos virtuais. Mas como montar um e-commerce que venda bem?

Antes de saber como montar um e-commerce propriamente dito, é necessário planejamento, produtos e dinheiro, e para mantê-lo em constante desenvolvimento será necessária dedicação para que o consumidor tenha uma boa experiência nas compras.

Para te ajudar nessa missão, elegemos seis dicas de como montar um e-commerce, garantir sucesso nas vendas e crescer com eficiência.

 

1) Planeje-se – como montar um e-commerce dando o primeiro passo com eficácia

O planejamento é fundamental para iniciar qualquer negócio e rever suas estratégias para melhorar seus resultados. Segundo pesquisas do Sebrae, 53% das micro e pequenas empresas fecham antes de completar o terceiro ano de vida. Por isso, conhecer e monitorar o mercado consumidor e concorrente é tão importante. Então, entenda o mercado com o qual você irá trabalhar: analise seus produtos, conheça seu público-alvo e seus concorrentes, quanto será preciso investir e em quanto tempo o negócio começará a dar retorno. Com todas essas informações faça seu plano de ação e monte um cronograma de atividades. E se tiver alguma dúvida no meio do caminho, reveja novamente essas informações, pois elas irão te orientar a tomada de decisões ou solucionar problemas.

 

2) Logística – como montar um e-commerce que ofereça comodidade e flexibilidade para o consumidor

A ideia do e-commerce é facilitar a vida do consumidor: ele pode fazer suas compras em casa e receber seus produtos sem transtorno e preocupação e ainda com formas de pagamento flexíveis. Comodidade e flexibilidade, é isso que espera todo consumidor. Por isso, a logística é crucial para o sucesso de seu empreendimento. Entregar os produtos dentro do prazo combinado e oferecer formas de pagamento acessíveis e flexíveis para o consumidor é o primeiro passo para o sucesso. Essas duas premissas precisam ser cumpridas e lembre-se: elas não são vistas pelo consumidor como um benefício e sim como o básico de uma compra online.

Mas você pode melhorar o relacionamento com seu cliente e criar ações para fidelizá-lo, como oferecer descontos na segunda compra, brindes e condições especiais para pagamento. Outra ação, também, é oferecer frete grátis dependendo do valor que o consumidor comprar. Essas ações te ajudam a atrair o consumidor. Mas não se esqueça: se organize para cumprir todos os prazos.

 

3) Estoque – como montar um e-commerce que tenha sempre em mãos o que seu cliente quer

Na dica 1, falamos que era preciso saber quanto seria necessário investir para iniciar seu comércio eletrônico. Talvez seu investimento mais alto será com o estoque, pois qualquer loja – física ou virtual – precisa ter um estoque.

Garanta um grande estoque e se organize para que não falte nenhum produto, há sempre os consumidores que se empolgam na hora das compras. E fique atento para que não haja erros no momento da compra e entrega.

 

4) Marketing – como montar um e-commerce com investimentos bem planejados

“Quem não é visto não é lembrado”, quantas vezes você já ouviu essa frase? Realmente, é preciso investir na divulgação do seu e-commerce, mas a nossa dica é sobre como fazer. Nesta etapa, você deve voltar novamente ao seu planejamento: estudar seu público-alvo, seus concorrentes e o comportamento dos seus clientes em potencial. Muitas dessas informações, você pode buscar em sites governamentais. É que os especialistas chamam de dados secundários, já que, às vezes, fazer uma pesquisa de mercado pode ficar muito caro.

  • Algumas fontes governamentais que você pode pesquisar são:
  • IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (ibge.gov.br): o órgão possui informações importantes sobre o mercado brasileiro. Entre as mais importantes destaca-se a PNAD (Pesquisa Nacional de Amostragem por Domicílios), realizada anualmente e o CENSO brasileiro feito a cada dez anos, que retrata tendências demográficas, indicadores sociais municipais, trabalho e rendimento, características gerais da população, educação, migração, desloca­mento, etc.
  • IPEA – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (ipea.gov.br): aqui você en­contra dados sobre a área econômica e social do país, como tributação, acompa­nhamento conjuntural, desigualdades regionais, cultura, arranjos produtivos locais e muitos outros.
  • SEADE – Fundação Sistema Análise de Dados (seade.gov.br): a fundação ana­lisa dados socioeconômicos e demográficos, como a mulher e o trabalho, condi­ções de vida, emprego e desemprego.

 

Depois de estudar seu público e saber quais melhores canais de investimento, capriche no layout e abuse da criatividade.

 

5) Navegar é preciso – como montar um e-commerce acessível e disponível

Facilite a navegação para seu consumidor, ele precisa ter acesso fácil à sua loja, poder comprar de qualquer lugar e por qualquer dispositivo, assim:

  • Mantenha as informações bem claras
  • Tenha uma identidade visual que torne a leitura agradável
  • Links e conteúdos tem que estar facilmente acessíveis e claros para o internauta
  • Tenha um site responsivo e adaptado para todas as plataformas
  • Desenvolva um site leve, de fácil carregamento

 

6) Infraestrutura – como montar um e-commerce estável e sempre no ar

A última dica e uma das mais importantes – tecnologia. Tenha a tecnologia certa para que seu site funcione bem, esteja sempre no ar. Para e-commerce, você precisará de um site que funcione 24/7, seja seguro e suporte os picos de acesso (como as datas comemorativas – Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia dos Namorados, Dia das Crianças, Natal e, claro, a Black Friday… imagina seu site fora do ar bem nessas datas onde mais se vende?).

As soluções em nuvem são uma ótima opção, pois ela se adapta ao crescimento do seu negócio e você paga de acordo com a sua demanda. Como funciona: você paga somente pela banda que usar, para aguentar os picos de acessos e, quando este momento passar, pode voltar para o tamanho que melhor lhe atende.

Com o Microsoft Azure, você ainda paga somente o que consumir, pois ele não exige mensalidade fixa. Você garante a estabilidade do seu site com a segurança Microsoft e a flexibilidade que você precisa para não estourar o seu orçamento.

 

Quer saber mais? Acesse os links abaixo, fique por dentro do mundo do e-commerce e como podemos te ajudar a impulsionar seus negócios.

Plataforma e-commerce estável em qualquer época

[Infográfico] Veja como o Microsoft Azure pode transformar seu site sem aumentar sua infraestrutura de TI

 

Com o Microsoft Azure, você pode criar, hospedar sites, como montar um e-commerce na nuvem sem se preocupar com infraestrutura, além de também poder hospedar servidores, bancos de dados e montar o seu ambiente diretamente.

Com o Microsoft Azure, você pode criar, hospedar sites, como montar um e-commerce na nuvem sem se preocupar com infraestrutura, além de também poder hospedar servidores, bancos de dados e montar o seu ambiente diretamente.

Em caso de dúvidas sobre o Microsoft Azure ou licenciamento Microsoft, Utilize nosso formulário de contato ou ligue: (31) 3071-9070 / 3071-9091

Leia Também