HOME /

Blog

Negócio
Com foco em inovação, BHS e Axter se unem
Ler Artigo
Negócio
Dois é bom, três é demais! BHS entre as melhores empresas para trabalhar
Ler Artigo
Tecnologia
Saiba como a BHS melhorou a Agência Virtual da Cemig, o Cemig Atende, e deu autonomia aos usuários do sistema
Ler Artigo

Filtre os artigos pelo segmento desejado

Business Intelligence

O que é Big Data?

Poderíamos responder a pergunta do título apenas dizendo que Big Data é o termo que designa uma imensa ou complexa massa de dados (estruturados e não estruturados). Muitas vezes refere-se a esse termo para falar sobre análise preditiva e de métodos para extração de valor dos dados, em vez de somente um imenso volume de dados. Porém, mais importante do que responder o que é Big Data dizendo que é uma grande quantidade de dados, é dizer qual seu valor para as empresas e o que elas podem fazer com ele.   O que é Big Data e qual sua história? Embora o interesse esteja crescendo acerca da questão o que é Big Data, o ato de coletar e armazenar grandes volumes de dados para eventual análise é bem antigo. O conceito ganhou força no início dos anos 2000, quando um analista famoso deste setor, Doug Laney, articulou a definição de Big Data como os três Vs: Volume: organizações coletam dados de uma grande variedade de fontes, incluindo transações comerciais, redes sociais e informações de sensores ou dados transmitidos de máquina a máquina. No passado, armazenar tamanha quantidade de informações teria sido um problema – mas novas tecnologias (como o Hadoop) têm aliviado a carga. Velocidade: os dados fluem em uma velocidade sem precedentes e devem ser tratados em tempo hábil. Tags de RFID, sensores, celulares e contadores inteligentes estão impulsionado a necessidade de lidar com imensas quantidades de dados em tempo real, ou quase real. Variedade: os dados são gerados em todos os tipos de formatos - de dados estruturados, dados numéricos em bancos de dados tradicionais, até documentos de texto não estruturados, e-mail, vídeo, áudio, dados de cotações da bolsa e transações financeiras.   O que é Big Data e o que ele pode fazer por você? Já imaginou poder usar os dados que você já armazena, para lhe ajudar na tomada de decisões, aumentar sua eficiência operacional e reduzir seus riscos e custos? Se aproveitado e analisado corretamente, essa imensidão de dados é transformada em valiosas informações, permitindo-lhe fazer correlações, respondendo perguntas e te deixando um passo a frente das decisões que precisar tomar. Imagine que você tenha um comércio eletrônico, onde há o armazenamento dos dados de todos os clientes que passaram pela sua loja, como os produtos que eles olharam, quantas vezes olharam, se clicaram em comprar e desistiram e etc. Todos esses dados, se analisados corretamente, podem lhe ajudar a tomar decisões mais assertivas relativas às tendências, promoções a fazer e ações a realizar com determinados clientes. E isso é apenas um exemplo bem básico e minúsculo da capacidade e potencial que o Big Data pode lhe oferecer. O volume de dados que está constantemente sendo gerado e armazenado, a nível global, é astronômico. E isso quer dizer que há um enorme potencial para extração de insights de negócios das informações obtidas de todos esses dados, podendo elevar o patamar de inovação e atuação proativa de sua empresa a níveis nunca imaginados. Transforme seu Big Data em grandes ideias. O Tableau ajuda as pessoas a extrair valor dos fluxos de informação atuais, como sequências de cliques, redes de sensores e logs de infraestrutura. Conecte-se diretamente a fontes de dados locais ou na nuvem ou importe seus dados para aproveitar o rápido desempenho na memória. Faça uma pergunta e obtenha a resposta imediatamente, e não dias ou semanas depois. Dê sentido ao Big Data com painéis visuais, interativos e fáceis de entender hospedados na Web. Com um processo de análise simples, os usuários podem explorar o Big Data intuitivamente e descobrir excelentes oportunidades.   Quer saber mais sobre o que é Big Data e como Tableau pode ajudar? O Tableau Software é uma ferramenta de análise de dados muito rápida e de fácil manuseio. Ele permite que todos na sua organização analisem e compreendam seus dados entre 10 a 100 vezes mais rápido do que qualquer outra solução de mercado. Dê vida ao seu Big Data com Tableau. A BHS é representante autorizada da Tableau, contando com uma equipe especializada e preparada para sanar todas as suas dúvidas acerca de análise de dados, computação na nuvem e sobre a ferramenta. Fale com um especialista da BHS e conheça mais sobre o Tableau. Visite também nossa página sobre o Tableau. Em caso de dúvidas sobre o que é Big Data ou o que é o Tableau, utilize nosso formulário de contato ou ligue: (31) 3071-9070 / 3071-9091
Ler Artigo
Tecnologia

7 dicas para dominar seu Big Data

Provavelmente você já deve ter pensado no início que seus dados não aumentariam tanto e que ele também não teria muita importância. Pois bem, ele cresceu, se transformou no Big Data e continua crescendo sem parar. Qualquer que seja o tamanho que seu Big Data esteja adquirindo, ele tem sua importância e está provando isso para as organizações que dão seu devido valor. As organizações que já dominaram e fazem bom uso de seu Big Data estão aprimorando sua eficiência operacional, aumentando suas receitas, criando novas metodologias e adotando novos modelos de negócios. Como elas fazem isso? Para você explorar ao máximo o potencial do seu Big Data, listamos sete dicas para você.   1. Pense a longo prazo, aja a curto prazo Se está preocupado em manter-se atualizado com as tecnologias acerca do Big Data, você não está sozinho. Como tudo relacionado a TI, as plataformas, ferramentas e metologias evoluem tão rápido que se torna difícil estar a par de quais são as melhores hoje ou as que serão melhores amanhã. Mas não se preocupe. Essa evolução trabalhará a seu favor. Os fornecedores estarão cada vez mais preparados e aprimorados com o uso de Big Data, os sistemas de transações relacionais e on-line (OLTP) serão mais eficientes e inteligentes, as técnicas de relacionamento entre o Hadoop e os data warehouses estarão cada vez mais desenvolvidas e os produtos atenderão as necessidades de seu público com mais assertividade. Então, fique tranquilo: Mantenha-se aberto para as possibilidades de novos produtos, desde que eles agreguem valor suficiente para justificar a implantação. Mantenha uma plataforma de business intelligence que ofereça integração aos principais formatos de dados disponíveis. Assim, você estará preparado para o que o mercado oferecer.   2. Escolha com cautela "Qual é o melhor para minha organização: Hadoop ou data warehouse?" Não só o Hadoop e os data warehouses funcionam bem juntos, como sua organização se beneficiará muito com essa parceria. O data warehouse é mais adequado à organização dos dados estruturados importantes e pode armazená-los onde as ferramentas de BI e os painéis possam acessá-los com facilidade. Contudo, é lento e não é eficiente com o processamento de análises. Tarefa essa que pode ser eficientemente executada pelo Hadoop. que apesar de não ser bom com consultas interativas e gerenciamento de dados, é eficiente no processamento de dados brutos, não estruturados e complexos. Juntos, fazem uma parceria de sucesso. Considere este exemplo prático: os dados que executivos usam para projetar seus estoques do próximo ano. É bem provável que o conjunto de dados seja grande e que não haja muito tempo para modelá-lo, reestruturá-lo ou até mesmo prepará-lo para o data warehouse. E mesmo após a execução desses procedimentos, talvez só depois de uma semana eles poderão ser usados. É quando o Hadoop mostra sua eficácia, armazenando e refinando os dados, enviando uma amostra para o data warehouse. Resumindo, não escolha um, se você pode se beneficiar com a parceria do dois.   3. Mantenha o Big Data à vista O Big Data se destaca quando é visualizado. Com a análise visual você pode: Modificar os dados que estão sendo visualizados, já que questões diferentes geralmente exigem dados diferentes. Modificar sua visualização, pois cada forma de exibição pode ajudar a responder diferentes perguntas. Essas etapas simples são chamadas de "ciclo de análise visual", onde você obtém os dados, visualiza-os, faz e responde suas perguntas. E a cada novo ciclo sua consulta fica ainda mais detalhada, com cruzamento e adição de novos dados, com novas perguntas e novas respostas. Compartilhe seus painéis. Isso irá acelerar a tomada de decisões, ações e resultados das equipes. Cada membro da organização tem suas próprias perguntas e sua forma de interpretar e entender as visualizações.   4. Capacite os usuários a obterem informações "As organizações com Big Data têm 70% mais probabilidade de ter projetos de BI orientados principalmente pelos funcionários da empresa, não pelo grupo de TI", afirma o artigo "Go Big or Go Home? Maximizing the Value of Analytics and Big Data" (Crescer ou desaparecer? Maximizando o valor das análises e do Big Data), publicado pelo Aberdeen Group. Utilize tecnologias de processamento de Big Data para examinar e descobrir o valor nos dados. Assim, quando tiverem valor, os dados poderão passar pelos mais rigorosos processos de um data warehouse e serem utilizados em análise de autoatendimento para que as áreas de negócio obtenham resultados precisos. Forneça os dados certos e em tempo hábil para sua empresa crescer.   5. Gere um Big Data com poucos dados O Big Data nada mais é do que uma grande quantidade de conjuntos de dados menores, que juntos oferecem muito. No setor de bens de consumo, por exemplo, os executivos só conseguem entender o comportamento do cliente quando combinam dados de opinião com dados de compras. O valor maior vai para as organizações que combinam dados semiestruturados e brutos, com um investimento inicial mínimo e sem incomodar os usuários comerciais com a tecnologia. Ainda que seus dados estejam armazenados em uma planilha, ou um banco de dados, um data warehouse, um sistema de arquivos como o Hadoop ou todos eles, pode ser que você necessite de uma flexibilidade no momento de se conectar aos dados, para consolidá-los. Com isso você conseguirá fazer perguntas e obter as respostas assim que precisar, independente do tamanho dos dados.   6. Deixe seu Big Data longe de problemas Nessa vastidão de dados há informações valiosas, de pessoas reais, as quais confiam que seus detentores irão mantê-las seguras, longe de quaisquer indivíduos ou organizações mal-intencionadas. Vários países contam com leis de privacidade que preveem punições severas às organizações que não as cumprem. Então, se uma organização precisa entrar em conformidade, uma solução é o gerenciamento de dados mestre, o qual restringe o uso dos dados em toda a organização. No entanto, chegar a um acordo sobre definições e regras de negócios é um processo lento e doloroso para a maioria das organizações, mas que não pode ser ignorado em nome da busca pelos resultados rápidos.   7. Faça! A última e talvez mais importante dica: Faça. O Big Data está aí, transforme-o em informação! Se você tiver algo para mostrar, você será percebido, porque não há nada melhor do que resultados para chamar a atenção. Uma das ferramentas que pode te auxiliar nesse começo é o Tableau. A tecnologia Tableau permite que você faça conexões nativas, seja para Hadoop ou ambiente de Data Warehouse, oferecendo ferramentas amigáveis para análise de dados, onde as pessoas poderão obter, organizar e combinar com facilidade informações. Você ainda terá acesso direto à procedência dos seus dados com total governança, rastreabilidade e segurança. Faça a avaliação gratuita do Tableau e comece agora mesmo a ter sucesso com o Big Data. [caption id="attachment_3192" align="alignleft" width="200"] Avaliação Gratuita do Tableau. Não é preciso fornecer dados de cartão de crédito.[/caption]         Quer saber mais sobre o Tableau? O Tableau Software é uma ferramenta de análise de dados muito rápida e de fácil manuseio. Ele permite que todos na sua organização analisem e compreendam seus dados entre 10 a 100 vezes mais rápido do que qualquer outra solução de mercado. A BHS é representante autorizada da Tableau e conta com uma equipe especializada e preparada para sanar todas as suas dúvidas acerca de análise de dados e da ferramenta. Fale com um especialista da BHS e conheça mais sobre o Tableau, ou acesse nossa página.
Ler Artigo
Business Intelligence

Big Data com Tableau e Microsoft Azure

A Tableau sempre deu prioridade à integração com as tecnologias da Microsoft, que impulsionam e empoderam empresas em todo mundo. Assim como a Microsoft tem colocado a nuvem em primeiro lugar, a Tableau também acompanha essa estratégia, de forma a oferecer integrações com os principais serviços do Microsoft Azure, como o Spark para Azure HDInsight, o Azure SQL Data Warehouse e o Azure SQL Database. Essas integrações permitem conectividade em tempo real, possibilitando o acesso direto aos dados na nuvem e a análise do seu Big Data com Tableau. A Tableau oferece uma plataforma de análise rápida e fácil para o Spark, de forma que mesmo os usuários que não possuem conhecimento de programação consigam usar com facilidade. Não é preciso escrever um só Spark SQL ou código, basta conectar-se e pronto: o Tableau trará vida a seus dados! Confira abaixo uma breve entrevista que a Tableau conduziu com o diretor de BI da Hanesbrands, onde ele conta como a empresa analisa bilhões de linhas de dados com agilidade e facilidade, graças ao Tableau Server, que trabalha em conjunto com o Microsoft Azure. Tableau: Onde vocês armazenam os dados? Santiago Restrepo, diretor de business intelligence e análises: Armazenamos a maioria dos nossos dados no SQL Server. Usamos servidores de análise como cubos, e utilizamos o Tableau como a ferramenta principal para geração de relatórios, conectando-o aos cubos ou criando extrações dos cubos ou do próprio banco de dados. Conectamos o Tableau a esses conjuntos de dados ou extrações. Ele funciona perfeitamente, além de ser escalonável. Temos uma quantidade enorme de dados e podemos usar o Tableau para analisá-los e extrair informações deles. Tableau: Como a Hanesbrands iniciou e expandiu a implantação do Tableau? Santiago: Quando eu comecei a trabalhar na Hanesbrands, apresentei o Tableau à empresa. A partir de então, ele tem sido um grande sucesso e uma ótima aquisição para oferecer recursos melhores para análises e visualizações. Começamos a usar o Tableau no departamento de marketing, mas ele logo se espalhou para a área de finanças, depois para a cadeia de suprimentos e para o gerenciamento de categorias. E ainda continua se espalhando como água por toda a organização. Decidimos atualizar para o Tableau Server, para que todos tivessem acesso à ferramenta. Temos uma boa forma de rastrear o uso, garantir que os dados estejam protegidos e que as pessoas tenham os acessos apropriados. Elas podem acessar o Tableau Server em qualquer navegador e em qualquer iPad. Foi assim que conseguimos expandir o uso da ferramenta. Tableau: Como o Tableau afetou o trabalho das pessoas? Santiago: Antes do Tableau, dedicávamos 80% do nosso tempo a organizar os dados, ou torná-los utilizáveis, e apenas 20% à geração de relatórios ou painéis. Mas essas porcentagens se inverteram. Agora, com o Tableau, estamos gerando e organizando os dados com muito mais rapidez. Dedicamos 80% do nosso tempo para entender melhor as informações, fazer descobertas valiosas e tomar decisões melhores para os negócios. Tableau: Como as pessoas estão se beneficiando com as análises no Tableau? Santiago: Elas podem analisar diversas informações. Temos dados de pontos de vendas por SKU, por loja, por semana ou por dia para todos os nossos parceiros comerciais. Nosso conjunto de dados tem bilhões e bilhões de linhas. Antes do Tableau, era muito difícil aproveitá-lo. Agora, podemos usar o Tableau com todos esses dados para obter informações melhores e tomar decisões mais embasadas nos fatos. O Tableau Server se integra perfeitamente com as tecnologias da Microsoft e a combinação dos dois entrega um resultado final excepcional. Seus dados ficam protegidos e você ainda conta com armazenamento escalonável, possibilitando seu crescimento e redução a qualquer momento, pagando apenas pelo que é usado.     Leitura complementar: Armazenamento de dados na nuvem: 3 fundamentos básicos Armazenamento na nuvem: mitos e verdades Cinco etapas para a análise de dados de autoatendimento escalonável   Quer saber mais sobre o Big Data com Tableau e o Microsoft Azure? O Tableau Software é uma ferramenta de análise de dados muito rápida e de fácil manuseio. Ele permite que todos na sua organização analisem e compreendam seus dados entre 10 a 100 vezes mais rápido do que qualquer outra solução de mercado. Dê vida ao seu Big Data com Tableau. Com o Microsoft Azure, você pode criar, hospedar e rodar as suas aplicações utilizando a computação em nuvem sem se preocupar com infraestrutura, além de também poder hospedar servidores, bancos de dados e montar o seu ambiente diretamente. A BHS é representante autorizada da Tableau e parceiro gold Microsoft, contando com uma equipe especializada e preparada para sanar todas as suas dúvidas acerca de análise de dados, computação na nuvem e sobre as ferramentas. Fale com um especialista da BHS e conheça mais sobre o Tableau e o Microsoft Azure. Visite também nossa página sobre o Tableau. Em caso de dúvidas sobre o Big Data com Tableau, Microsoft Azure ou licenciamentos Microsoft, utilize nosso formulário de contato ou ligue: (31) 3071-9070 / 3071-9091
Ler Artigo
Computação em Nuvem

SharePoint Online: maximize seus investimentos em TI

O SharePoint, que você já conhece, permite que você, sua equipe e sua empresa agilizar tarefas, automatizar fluxos de trabalho e integrar processos de forma transparente. Hoje, vamos falar das possibilidades que o SharePoint Online traz para o seu dia a dia. Além de todas as vantagens de trabalhar com a nuvem, o SharePoint Online permite compartilhar e gerenciar conteúdo, conhecimentos e aplicativos em qualquer dispositivo e em qualquer lugar em que você trabalhe. Como o SharePoint Online faz parte de uma plataforma do Office 365, você também terá todas as ferramentas de produtividade (Excel, Word, Power Point etc) em um único lugar, eliminando a necessidade de alternar entre vários programas. Resultando em muito menos pedidos de suporte, atualizações, treinamento para a equipe de TI. Além de tudo isso, você terá automaticamente todas as atualizações em relação à tecnologia e funcionalidades sem precisar fazer updates sazonais. A Microsoft disponibiliza automaticamente as atualizações para o SharePoint Online e ainda te oferece um ambiente roadmap, onde você pode acompanhar o que está sendo desenvolvido de melhoria e ter a previsão de quando será implementado, evitando investimentos desnecessários com upgrade da sua plataforma. Para você ter uma ideia da evolução do SharePoint 2007 para o SharePoint Online, listamos algumas novas funcionalidades.   Melhorias na interface do usuário Em termos de interface do usuário, há uma série de melhorias visíveis na navegação, ficou mais simples e ágil. Com o SharePoint 2016 e Online, o iniciador de aplicativos leva você a seus aplicativos de qualquer lugar do SharePoint - um menu centralizado que permite aos usuários iniciar aplicativos rapidamente, navegar em sites e acessar arquivos pessoais de um único painel. As bibliotecas estão mais simples. Com apenas um clique, você pode criar um novo documento do Office: seja Word, PowerPoint, Excel ou um notebook do OneNote. Ao clicar em "Compartilhar", você pode digitar o nome de qualquer usuário para compartilhar o conteúdo com eles rapidamente. Os usuários também podem inserir sites na página de sites. Um site fixado adere ao topo de sua lista de sites seguidos para acesso instantâneo. Em apenas dois processos simples, você poderia criar um novo documento e inseri-lo no topo do seu site, removendo a necessidade de sempre procurar novamente. É possível também, criar portais com layout responsivo, adaptado para dispositivos móveis.   Recursos aprimorados de busca para você aproveitar ainda mais o conhecimento coletivo Com o SharePoint Online, você consegue encontrar pessoas, experiência e conteúdo com mais rapidez. As pesquisas incluem arquivos, sites, notícias e pessoas. Ao clicar na caixa ‘Pesquisar’ no home do SharePoint Online, as recomendações são exibidas instantaneamente e você verá arquivos recentes, bem como conteúdo relevante, sites e notícias. O conhecimento também poderá ser encontrado através de seus colegas. Agora, seus resultados de pesquisa incluirão pessoas cujas habilidades, interesses e projetos – parte do perfil do Office 365 – são relevantes para sua consulta. Os novos recursos de pesquisa do SharePoint Online facilitam a obtenção de informações e conhecimento, acompanhando seu ritmo de trabalho.   Office Web Apps com SharePoint Online Esse serviço possibilita a abertura de documentos do Office diretamente do navegador. Você poderá utilizar seu navegador da web para criar, visualizar e editar arquivos do Word, Excel, PowerPoint e OneNote online, sem a necessidade de instalá-los. E ainda poderá usá-los em desktops, notebooks, tablets ou smartphones, sempre que precisar. Esses serviços online foram projetados para oferecer uma comunicação com alta disponibilidade e gerenciamento de TI simplificados. Seus negócios ainda se beneficiarão de usar sempre a tecnologia mais atualizada, maximizar seus recursos de TI e reduzir investimentos em infraestrutura.   Novos modelos de desenvolvimento de customizações O SharePoint Online traz sites de equipes modernas que apresentam peças de web simples, fáceis de usar e responsivas. Ao personalizar as peças de web em uma página, os membros da equipe podem criar sites personalizados que contenham o conteúdo e as ferramentas mais relevantes. Além desse conjunto de peças web disponíveis no SharePoint Online, os desenvolvedores podem criar peças web completamente novas, com o SharePoint Framework. O Framework do SharePoint é um modelo de página e peça web que oferece suporte para ferramentas de código aberto. Os desenvolvedores podem ter acesso à tecnologias e ferramentas na web em seu ambiente para criar aplicativos receptivos e preparados para dispositivos móveis.   Recursos sociais, como microblog, rating, newsfeed e follow Além dos sites de equipe, a nova versão do SharePoint traz a possibilidade de criar sites de comunicação para garantir alcance, retenção e engajamento. Enquanto o site de equipe permite que você compartilhe dentro do seu grupo enquanto trabalha, o site de comunicação permite que seu grupo compartilhe amplamente e comunique sua mensagem em toda organização, mantendo sua empresa informada e envolvida. É possível criar e compartilhar postagens, em que os colaboradores possam interagir e seguir o conteúdo desejado, utilizando recursos em forma de redes sociais: Comentários em páginas: cada artigo e página de notícias podem ter seu próprio conjunto de comentários. É possível, também, usar a parte da Web do Yammer para discussões mais amplas, bem como respostas direcionadas para envolver as pessoas em uma única mensagem. Compartilhe notícias por e-mail: quando você compartilha notícias de um site de comunicação, não é apenas um link azul. Você compartilhará uma visualização visual e informativa. No e-mail, o destinatário verá uma miniatura, título, descrição e uma mensagem opcional.     Novos recursos de fluxo de trabalho Com o SharePoint Server e Online 2016, você poderá criar formulários personalizados com o PowerApps e automatizar as aprovações com o Microsoft Flow. As bibliotecas de documentos estão disponibilizadas como fonte de dados tanto para o PowerApps quanto para o Microsoft Flow. Com o Microsoft PowerApps, qualquer usuário poderá criar facilmente formulários personalizados que se enquadram diretamente no contexto de uma lista ou biblioteca do SharePoint. Os usuários poderão criar, visualizar e interagir com dados usando formulários personalizados, em vez de formulários padrão do SharePoint. O Microsoft Flow inclui conectores que permitem trocar dados entre o SharePoint e uma variedade de serviços da Microsoft e de terceiros e armazenar o modificar esses dados no SharePoint. A integração entre o SharePoint e o Microsoft Flow permite criar e lançar fluxos diretamente de uma lista do SharePoint e enviar qualquer documento para aprovação com uma mensagem personalizada. O destinatário pode aprovar o pedido diretamente de uma mensagem de e-mail, de modo que a aprovação e o feedback podem ser dados sem sair da caixa de entrada.   Compartilhamento com usuários externos Agora, é possível compartilhar o acesso ao SharePoint Online com os usuários que possuem um e-mail vinculado a uma conta Microsoft. Quando quiser compartilhar um documento que você criou, os destinatários receberão automaticamente permissões e todos trabalharão no arquivo compartilhado, eliminando a proliferação da versão e garantindo uma única fonte. Gostou das novidades? Se você já usa o SharePoint, o que está esperando? Planeje a migração do seu SharePoint para nuvem e tenha acesso a recursos avançados de tecnologia de maneira fácil, descomplicada e pouco onerosa.   Fique atento! O suporte estendido ao SharePoint 2007 e Project 2007 termina em 10 de outubro de 2017. Esse é o melhor momento para você modernizar sua empresa e se beneficiar dos ganhos de desempenho, da maior confiabilidade, de melhores tecnologias de segurança e dos recursos de mobilidade com gerenciamento fácil e acesso em praticamente todo lugar.   new RDStationForms('campanha-sharepoint-c389368c11594fc4157e-html', 'UA-44364102-1').createForm();
Ler Artigo
Produtividade

Gerenciamento de Portfólio de Projetos: o que é o BHS PPM?

Já são bastante conhecidos os benefícios do gerenciamento de portfólio de projetos, porém sabemos também que ele pode ser desafiador. Fazer com que os resultados dos projetos se unam aos objetivos do negócio e ainda estejam dentro do prazo e do orçamento previsto requer conhecimento, habilidades e técnicas. Como ocorre em todo projeto é preciso desenvolver atividades e processos específicos para construir algo, seja um software, uma ponte, a expansão de atuação de uma empresa. E, em muitos casos, a mão de obra é contratada especificadamente para o desenvolvimento daquele projeto ou precisa ser realocada de outras áreas e projetos, ou seja, vindas de diferentes organizações, áreas e localidades. Para gerenciar todas essas interfaces, encontra-se vários softwares especializados no mercado. Soluções que ajudam indivíduos, times e organizações a priorizar investimentos, gerenciar melhor os recursos e obter controle sobre todos os tipos de trabalho, das atividades mais simples aos projetos e programas mais complexos, como o Microsoft Project. Só que a necessidade de altos investimentos iniciais para realização de levantamento de requisitos, análise de necessidades e elaboração de metodologias acaba sendo um obstáculo. Para resolver isso, a BHS criou o BHS PPM, uma solução de gerenciamento de portfólio de projetos entregue em apenas 5 dias. A BHS parametrizou os principais módulos e funcionalidades do Microsoft Project Online, permitindo a implantação e adoção imediata. Com o BHS PPM (Gerenciamento de Portfólio de Projetos) você terá as melhores práticas de gerenciamento de portfólio de projetos, com interface familiar e fácil utilização. O BHS PPM traz funcionalidade e capacidade para ajudar a sua empresa a ser mais produtiva, priorizar investimentos, gerenciar melhor os recursos e reduzir custos. A solução BHS PPM (Gerenciamento de Portfólio de Projetos) foi desenvolvida por profissionais especialistas em PPM e MVP em Project, que já conduziram inúmeras implantações do sistema, com experiência de mercado e conhecimento das principais necessidades e práticas de gerenciamento recomendadas pelo PMI. Quer conhecer mais sobre o BHS PPM? Clique aqui e agende uma demonstração gratuita.   Fique atento! O suporte estendido ao SharePoint 2007 e Project 2007 termina em 10 de outubro de 2017. Esse é o melhor momento para você modernizar sua empresa e se beneficiar dos ganhos de desempenho, da maior confiabilidade, de melhores tecnologias de segurança e dos recursos de mobilidade com gerenciamento fácil e acesso em praticamente todo lugar.   new RDStationForms('campanha-sharepoint-c389368c11594fc4157e-html', 'UA-44364102-1').createForm();
Ler Artigo
Anterior Próximo